Logo Polígrafo Portugal

Contato Directo

Tel:  (+351) 222 061 434
Tlm: (+351) 914 172 060
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Como provar inocência com polígrafo?

Provar a inocência de forma cientifica ǀ Como provar, confirmar, acreditar a sua palavra e recuperar a sua dignidade?

 

Provar inocênciaCom certeza a razão pela qual mais se solicita um teste do polígrafo é para provar a inocência. Pessoas que são acusadas de algo que não fizeram podem passar momentos difíceis. Não só é injusto mas muitas vezes estas pessoas não têm forma de provar a sua inocência.

Especialmente em casos onde é a palavra de uma pessoa contra a palavra de outra pessoa ou quando algum grupo procura difamar alguém em concreto é difícil para essa pessoa poder defender-se.

 

O teste do polígrafo para provar inocência

O polígrafo é um instrumento muito mencionado e conhecido a nível popular quando se procura saber o grau de culpabilidade ou inocência de um individuo.

Existem variedades de casos nos quais pessoas foram acusadas de ter cometido algum ato para depois se provar a sua inculpabilidade.

Falsamente acusadoEm muitas ocasiões estes casos não têm maior transcendência que um momento negativo para a vítima do engano. Noutros casos, no entanto, podem vir a ser verdadeiros calvários para os acusados. Quantas pessoas já não foram liberados do corredor da morte graças a provas novas?

Quantas pessoas não têm que aguantar os comentários despectivos de terceiros acusando-lhes de algo que não cometeram?

Um teste do polígrafo é uma boa ferramenta para demostrar a sua inocência sobre todo quando não existem outras formas de a provar. A predisposição para se submeter a um teste do polígrafo demostra “boa vontade” desde um início e fala a favor da pessoa acusada. No entanto isto não é garantia que a pessoa passe o teste. A pessoa realmente tem que ser inocente para poder passar um teste do polígrafo.

Quando um individuo passa o teste para demostrar a sua inocência, terá uma prova clinica da sua inocência.

Casos mais comuns que recorrem ao polígrafo para provar inocência

Não é evidente dizer quais são os casos mais comuns que realizam uma análise de psicofisiologia forense para demostrar a sua inocência, visto que cada caso pode ser diferente, no entanto, os casos mais habituais são:

 

  • Provar fidelidade numa relação
  • Provar inocência de suspeita de roubo
  • Provar inocência com respeito a acusação de abuso sexual
  • Confirmar uma ação posta em dúvida por terceiros

 

Contatar Polígrafo PortugalNão duvide em contatar Polígrafo Portugal para saber se também podemos ajudar no seu caso para que de esta forma recupere a sua dignidade.

 

 

Compartilhar