Logo Polígrafo Portugal

Contato Directo

Tel:  (+351) 222 061 434
Tlm: (+351) 914 172 060
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Como resolver roubos com o polígrafo

Investigar roubos, furtos com polígrafo ǀ O teste do polígrafo para recuperar bens roubados


Roubo & FurtoSempre existiu gente que por algum motivo pensa ter direito aos bens alheios. Esta perceção os leva, em casos excecionais, a roubar ou furtar o fruto do trabalho dos demais. A escassez de recursos e a realidade econômica à qual a sociedade se enfrenta neste momento da história faz com que este fenómeno tenda a aumentar em vez de diminuir.

Inúmeras vezes fomos chamados para situações nas quais bens ou valores tinham desaparecido seja isto em casas particulares ou em empresas, especialmente quando tudo aponta a que o roubo ou furto tenha sido perpetrado por alguém interno.

 

O teste do polígrafo contra roubos e furtos

Em casos nos quais tudo indica que o desaparecimento de bens, valores ou informação valiosa tenha sucedido com ajuda interna, um técnico de polígrafo pode ser um excelente parceiro para fazer avançar a investigação ou mesmo a identificar os autores, sejam estes intelectuais ou materiais da usurpação.

 

Uma investigação do polígrafo de roubo vai normalmente dirigido a dois aspetos do crime:

a) Identificar a autoria
b) Descobrir algum tipo de participação ativa ou passiva.


Dependendo da situação, o técnico do polígrafo pode decidir realizar um exame de investigação ou um exame probatório.

Um exame de polígrafo investigação de roubo é normalmente realizado na primeira fase da investigação e serve para filtrar os principais suspeitos, separando de esta forma, numa primeira fase, os suspeitos menos prováveis e os suspeitos mais prováveis de ter cometido o roubo.

Numa segunda fase o técnico do polígrafo poderá centrar melhor a investigação e testar o grau de participação dos suspeitos alvos.

Tipos de roubos investigados

Polígrafo Portugal tem participado em resolver diferentes tipos de roubos em diversas cidades portuguesas. Estes casos tanto podem ser realizados para empresas como para particulares.

 

Alguns exemplos de casos nos quais participamos na investigação:

  • Furto de dinheiro numa distribuidora de derivados petrolíferos
  • Furto de poupanças em casas particulares
  • Furto de joias em casa particular
  • Transmissão de informação confidencial a concorrência em empresas


RoubosÉ importante mencionar que não só contribuímos a elucidar casos de roubos mas também somos solicitados em casos nos quais pessoas foram acusadas de forma errada de ter cometido um roubo.

Estes casos são principalmente gratificantes visto que a vida de uma pessoa inocente pode ser manchada com acusações sem fundamento.

Em Polígrafo Portugal somos especialistas em tratar estes casos delicados. Casos que causam mal-estar no seio familiar mas também dentro de empresas ou grupos sociais nos quais sucedem.

 

Contatar Polígrafo PortugalTratar estes assuntos é delicado e é necessário profissionais de longa experiencia para saber abordar cada caso. Não duvide mais, explique-nos o seu caso que provavelmente podemos ajudar.

 

Compartilhar